Lei de Acesso
 

Faça sua busca pelo site


Notícias

natal.rn.gov.br » Notícias » Notícias

16/03/2017 16:59
  • Gabinete de crise discute processo de trabalho e melhorias no combate ao Aedes aegypti
Divulgação SMS

Os diretores das unidades das redes de emergência e urgência de Natal se reuniram nesta quarta-feira (15) para discutir mecanismos de aperfeiçoamento do trabalho de notificação das arboviroses no município. A reunião do Gabinete Integrado de Gerenciamento de Crise aconteceu no Centro de Controle de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde (CCZ-SMS), e foram discutidos os processos de trabalho com relação ao Sistema de Agravos de Notificação, além de apresentar a situação epidemiológica e entomológica da cidade.

Até o momento, Natal tem 637 casos acumulados de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Destes, 544 são de dengue, 65 de chikungunya e 28 de zika. Os bairros de Igapó, Nossa Senhora da Apresentação, Lagoa Azul, Potengi e Felipe Camarão são os que apresentam maior incidência em casos de dengue.

O chefe do Centro de Controle de Zoonoses, Alessandre Medeiros, anunciou medidas de combate ao mosquito nos distritos que registraram mais ocorrências. Segundo ele, as ações dos agentes de combates às endemias foram intensificadas nos bairros de Igapó, Nossa Senhora da Apresentação e Potengi.

O “Sexta Sem Mosquito” acontece amanhã, no bairro de Igapó, e vai contar com ações de conscientização e visitas domiciliares dos agentes de combates a endemias.


O chefe do Centro de Controle de Zoonoses, Alessandre Medeiros, anunciou medidas de combate ao mosquito nos distritos que registraram mais ocorrências. Segundo ele, as ações dos agentes de combates à endemias foram intensificadas nos bairros de Igapó, Nossa Senhora da Apresentação e Potengi.

O “Sexta Sem Mosquito” acontece amanhã, no bairro de Igapó, e vai contar com ações de conscientização e visitas domiciliares dos agentes de combates à endemias.


Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Twitter   Enviar por E-mail   Gerar para Arquivo/Imprimir  
SEMPLA desenvolvimento. Seguimos as seguintes recomendações de projeto: w3c_aa w3c_xhtml w3c_css