Lei de Acesso
 

Faça sua busca pelo site


Notícias

natal.rn.gov.br » Notícias » Notícias

06/10/2017 13:16
  • Famílias desabrigadas do Leningrado continuam recebendo assistência da Prefeitura
Divulgação Semdes

A Prefeitura do Natal mobilizou desde a última quarta-feira (04) todo um aparato institucional para promover assistência às famílias afetadas pelo incêndio que destruiu mais de 90 barracos na comunidade do Loteamento Leningrado, situado na zona Oeste da capital. A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) vem coordenando a ação que envolve as secretarias municipais de Trabalho e Assistência Social (Semtas), Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes (Seharpe), Educação (SMS), entre outras.

Das cerca de 100 famílias afetadas pelo incêndio, 30 foram alojadas pela Prefeitura em área pertencente à Escola Municipal Otto de Brito Guerra (antigo Caic do bairro de Cidade Satélite). Já as demais famílias atingidas preferiram buscar abrigo em residências de parentes ou amigos. No alojamento improvisado pela Prefeitura as pessoas estão sendo assistidas com alimentação e abrigo. Foram providenciados colchões e colchonetes e organizado os espaços ocupados por cada família abrigada.

Técnicos da Semtas e da Defesa Civil Municipal estão acompanhando in loco todo o processo no intuito de minimizar a situação de crise enfrentada pelos atingidos, e juntamente com representantes da Cruz Vermelha Internacional estão recebendo donativos e organizando os itens doados. Outro ponto importante é relacionado a segurança do local. Nesse sentido, a Guarda Municipal do Natal (GMN) disponibilizou uma viatura de patrulhamento que regularmente vem realizando rondas e ponto base na Escola Otto de Brito Guerra.

Equipes da Semtas formadas por educadores sociais, psicólogos e assistentes sociais, além das equipes do Centro de Referência de Assistência Social do Planalto e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social da Zona Oeste estão atuando na abordagem às famílias afetadas pelo incêndio. De acordo com a secretaria, até à noite desta quinta-feira (05), 67 pessoas continuam alojadas no Caic, e recebem atendimento psicológico, alimentação, material de higiene pessoal e mantimentos que vêm da Prefeitura e de doações que chegam pelo trabalho da Cruz Vermelha.

“Estamos apoiando as famílias que estão no alojamento e que precisam de acompanhamento. Os educadores sociais estão desenvolvendo um trabalho com as crianças. Recebemos um bom número de doações de alimentos e roupas, mas, ainda estamos precisando de fraldas, mamadeiras e berços para as crianças”, disse a Diretora do Departamento de Proteção Social e Especial da Semtas, Ângela Maria Lopes.

O titular da Semdes, João Paulo Mendes, informou que a previsão da manutenção do alojamento improvisado é de até o final do mês de outubro, já que a expectativa da Prefeitura é que em novembro seja liberado para ocupação o Condomínio Village da Prata, para onde devem ser alojadas as famílias desabrigadas.

O Village da Prata foi construído por meio do Programa Federal “Minha Casa, Minha Vida”. São quase 1.800 apartamentos destinados a famílias em situação de vulnerabilidade social, desse total, 250 unidades são destinadas às famílias do Loteamento Leningrado. “A Prefeitura vem dando todo o apoio e assistência aos desabrigados. Esperamos que logo essas unidades habitacionais sejam liberadas pela Caixa Econômica e com isso possamos dar mais dignidade social para essas famílias”, comentou o secretário.

Segundo o titular da Seharpe, Carlson Gomes, “a obra chegou a 97% concluída, falta apenas pequeno trecho de pavimentação e a liberação da documentação pela Caixa Econômica para que possamos entregar a cada morador a unidade habitacional”.

A Prefeitura também disponibilizou pontos de arrecadação de donativos que serão direcionados as famílias atingidas pelo incêndio. As pessoas podem doar na sede da Agência Reguladora de Serviço de Saneamento Básico de Natal (Arsban), situada na Rua Poti Nóbrega, 344, Lagoa Nova, ou na Seharpe, no endereço na Rua Princesa Isabel, 799 – Cidade Alta. O Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) também indica o Espaço Padre Sabino, na Rua das Donzelas, vizinho à unidade do IFRN, na Ribeira. Os itens doados podem ser roupas, alimentos não perecíveis, material de higiene pessoal e produtos de limpeza. 


Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Twitter   Enviar por E-mail   Gerar para Arquivo/Imprimir  
SEMPLA desenvolvimento. Seguimos as seguintes recomendações de projeto: w3c_aa w3c_xhtml w3c_css