Lei de Acesso
 

Faça sua busca pelo site


Notícias

natal.rn.gov.br » Notícias » Notícias

07/02/2018 14:51
  • Ação vai prevenir o trabalho infantil e exploração sexual de crianças e adolescentes no Carnaval
Divulgação

Com o objetivo de garantir que os direitos das crianças e adolescentes não sejam violados durante o período de folia, a Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (Semtas), promove a Ação Carnaval 2018, nos principais Polos do Carnaval de Natal (Ponta Negra, Centro Histórico, Redinha, Petrópolis, Largo do Atheneu, Ribeira e Rocas), das 8h até às 00h.

Com equipes formadas por Assistentes Sociais, Psicólogos, Educadores Sociais e Pedagogos, o trabalho consiste na distribuição de panfletos, orientações e encaminhamentos das pessoas identificadas na ação, como: idosos, crianças e adolescentes, pessoas com deficiência ou em situação de vulnerabilidade e/ou risco pessoal ou social.

“Desde 2015, a Prefeitura do Natal disponibiliza veículos exclusivos para auxiliar no trabalho de abordagem social e busca ativa. Com o automóvel, as equipes dos Centros de Referência Especializados de Assistência Social podem se deslocar até as pessoas que se encontram em situação de rua, seja na condição de sobrevivência ou moradia, ou em situação de vulnerabilidade e/ou risco pessoal ou social, visando a inclusão em programas socioassistenciais desta secretaria”, explica a secretária da Semtas, Ilzamar Pereira.

Coordenada pelo Departamento de Proteção Social Especial (DPSE), setor de Média Complexidade, a Abordagem Social da Semtas não é coercitiva, trata-se de um trabalho educativo realizado o ano inteiro, todos os dias da semana, incluindo domingo e feriados, das 8h às 00h.

“O serviço de Abordagem Social é contínuo. Em períodos de grande eventos como o Carnaval, reforçamos ainda mais as equipes. Planejar e executar ações para assegurar os serviços e benefícios das famílias em situação de vulnerabilidade é um desafio que se coloca frente ao Sistema de Proteção Social e que deve ser articulado em parceria com todos os atores institucionais, gestores conselheiros, sociedade em geral e demais políticas públicas”, ressalta a titular da Semtas.

A Semtas divulga o número do Disque-Denúncia para apurar situações de risco e/ou vulnerabilidade e casos de violação de direitos humanos. O telefone é o 98870-3861 ou 98870-3327.


Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Twitter   Enviar por E-mail   Gerar para Arquivo/Imprimir  
SEMPLA desenvolvimento. Seguimos as seguintes recomendações de projeto: w3c_aa w3c_xhtml w3c_css