Seturde promove encontro entre representantes do turismo náutico e Capitão dos Portos


Seturde promove encontro entre representantes do turismo náutico e Capitão dos Portos
Crédito da imagem: Divulgação Seturde

O secretário municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerril, reuniu representantes do turismo náutico da capital para expor as principais dificuldades enfrentadas pelo segmento ao Capitão dos Portos, Rodolfo Góis de Almeida, em reunião realizada na Capitania dos Portos. Participou a presidente da Associação Norte-rio-grandense das Empresas de Mergulho Autônomo e Turismo Náutico (AMANAUTICA), Ana Muller, e o seu vice-presidente, Marcelo Zsigmond, bem como os empresários Antonio Gomes, da Atlantis; Flávio Marcato e Beatriz Ferreira, da Natal Divers.

Foram discutidos vários projetos como a construção da marina de Natal; a oficialização e formação técnica dos trabalhadores do setor; a importância da segurança no embarque, no tráfego e no desembarque dos passageiros, além da retomada no projeto do Parque dos Naufrágios. Fernando Bezerril afirmou que a secretaria está de portas abertas para receber os empresários e lutar junto com a iniciativa privada para realizar a estruturação do turismo náutico em Natal. “A nossa função é também de buscar parceiros que tornem possível o desenvolvimento da atividade náutica”, esclareceu o secretário.

Segundo a presidente da AMANAUTICA, a promoção do turismo náutico depende muito de infraestrutura e de investimentos altos para captar os clientes. “Aqui no Brasil, muitos setores só funcionam com a ajuda da iniciativa privada e muitos de nós estamos dispostos a investir para ter um retorno maior no futuro, mas sempre paramos nos entraves burocráticos, por isso é importante este encontro com a Capitania dos Portos,” disse Ana Muller.

Para o Capitão dos Portos, Rodolfo Almeida a principal preocupação nesse momento é com a segurança no embarque, transporte e desembarque dos passageiros. “Aqui em Natal e nas demais regiões turísticas do Estado, são necessárias algumas adequações imediatas que já foram sinalizadas pela Marinha”. Quanto a capacitação dos trabalhadores que já atuam na área sem a regulamentação necessária, o Capitão manifestou preocupação com a situação e afirmou que essa é uma questão bastante complexa, pois envolve acordos firmados pelo Brasil com outros países.

No que diz respeito ao projeto Parque dos Naufrágios, paralisado na gestão anterior, o Capitão Rodolfo Almeida se propôs a ajudar no andamento do projeto, facilitando assim a comunicação entre a Marinha e as entidades responsáveis.

Anterior:
Próximo:

Logo da Prefeitura de Natal
R. Ulisses Caldas, 81 - Cidade Alta, Natal - RN, 59025-090 - Ouvidoria Geral (84)3232-6389