Nova Maternidade Dr Araken Irerê Pinto registra primeiro parto nesta segunda 


Nova Maternidade Dr Araken Irerê Pinto registra primeiro parto nesta segunda 
Foto: Joana Lima/ Redação: Secom

O primeiro dia de funcionamento do novo Hospital Maternidade Dr Araken Irerê Pinto (HMAIP) foi de boas-vindas para a pequena Ana Júlia. Depois de doze horas de monitoramento, ela nasceu na tarde desta segunda-feira (18) às 12h35, de parto normal, para alegria e alívio dos pais Alcione e Lindberg Lopes. Foi o primeiro parto realizado na nova unidade de saúde da Prefeitura de Natal voltada à assistência materno-infantil. A Maternidade já está em pleno funcionamento no prédio onde funcionou o Hospital Municipal, em Petrópolis, que foi totalmente reformado passando a contar com 63 leitos, além de UTI com nove leitos, três salas de cirurgia e referência na assistência humanizada ao parto.
 
Três parturientes já haviam sido transferidas da antiga unidade da Av. Rui Barbosa nesta segunda-feira. Devidamente acomodadas, mães e bebês colhem as pequenas histórias nascidas junto ao novo equipamento. Emma nasceu no domingo à noite na antiga maternidade, mas “foi a primeira a chegar ao novo hospital”, contou a mãe Luciana. O pai Ricardo Câmara elogiou o atendimento e o espaço tranquilo. "Aqui Emma só mama e dorme”, disse. No quarto ao lado, Regina Barbosa de Souza, mãe de Dafne Vitória, necessitou mais tempo hospitalizada por conta de uma cesárea de emergência. Ela contou que não vê a hora de receber alta. “Felizmente já estou melhor”, disse. 
 
Com a reorganização dos serviços, a partir da terça-feira (19) todo o atendimento ficará concentrado nas novas instalações do HMAIP, na Rua Joaquim Manoel. “Tivemos um dia movimentado, mas já estamos em pleno funcionamento”, informou a diretora Administrativa Aloma Fonseca. Para quem for ao antigo endereço, ela disse que uma equipe está no local para passar as devidas informações. Segundo a gestora, os serviços ofertados pelo Hospital Maternidade terão demanda aberta para todas as gestantes em trabalho de parto ou com alguma emergência. “Apesar do pré-natal ser feito nas Unidades Básicas de Saúde, aqui temos médicos para o atendimento ambulatorial na hora em que a gestante sentir algum risco”. 
 
A movimentação no primeiro dia estava concentrada na área ambulatorial localizada no andar térreo. Lá foram instalados oito leitos de pronto atendimento obstétrico e dois consultórios, uma sala de pré-parto e parto, um leito de estabilização e salas para ultra sonografia e cardiotocografia. Rafaela Aline Silva foi assistida no local ao sentir um desconforto e dores abdominais. Grávida de sete meses, está ansiosa pela chegada de Ana Cecília. “Felizmente está tudo bem com meu bebê e posso ir para casa tranquila”, disse. 
 
Assistência
O Hospital Maternidade Araken Irerê Pinto conta com 25 leitos de enfermaria pós-parto para tratamento clínico da gestante e quatro leitos de clínica cirúrgica no primeiro andar, além de 16 leitos de enfermaria pré e pós-parto, cinco suítes pré-parto (humanizado), cinco salas pré e pós-parto, quatro leitos de recuperação pós anestésica e três salas de cirurgia no segundo andar. No quadro de funcionários, são 600 profissionais envolvidos diariamente na unidade. Os bebês recebem alta após 48 horas do parto e saem com a vacina exclusiva com os imunobiológicos da primeira infância, como a BCG (tuberculose) e Hepatite B.

Anterior:
Próximo:

Logo da Prefeitura de Natal
R. Ulisses Caldas, 81 - Cidade Alta, Natal - RN, 59025-090 - Ouvidoria Geral (84)3232-6389