Plano Local de Habitação em Interesse Social é apresentada ao Conselho de Habitação de Interesse Soc


Plano Local de Habitação em Interesse Social é apresentada ao Conselho de Habitação de Interesse Soc

Mapear, encontrar um diagnóstico e apresentar soluções para o déficit habitacional de Natal, esse é o objetivo do Plano Local de Habitação em Interesse Social (PLHIS). A segunda etapa do estudo que está sendo desenvolvido pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Planejamento Estratégico (Idesplan) foi apresentada nesta quinta-feira (04) na reunião do Conselho de Habitação de Interesse Social (Conhabins), ocorrida no auditório da agência da Caixa Econômica Federal da Rua João Pessoa na Cidade Alta.

O secretário municipal de Habitação, Homero Grec, explicou que essa reunião serviu para a aprovação dessa segunda etapa do Plano Local de Habitação em Interesse Social (PLHIS). O PLHIS é um amplo estudo sobre a situação habitacional da cidade e contém elementos relacionados a questões fundiárias, ocupações irregulares, áreas de proteção ambiental e assentamentos.

Na primeira etapa do estudo a equipe do Idesplan apresentou a metodologia de trabalho para a elaboração do Plano, já a segunda etapa trouxe para o Conhabins um diagnóstico completo da realidade habitacional de Natal e a terceira etapa contemplará as estratégias de ação, metas, indicadores sociais, áreas prioritárias e os custos das ações que o município deverá implementar.

O Conselho de Habitação de Interesse Social (Conhabins) é formado por 13 representantes de vários segmentos como a Prefeitura do Natal, Câmara Municipal, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Conselho regional de Engenharia e Arquitetura (CREA-RN), Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Sindicato da Construção Civil (Sinduscon-RN) e moradores das quatro zonas administrativas da cidade. Esse colegiado tem o poder de deliberar sobre as políticas habitacionais que serão adotadas pela administração municipal.

Homero Grec lembrou que o prefeito de Natal, Carlos Eduardo, contratou essa consultoria no final da sua segunda gestão em 2008, mas esse trabalho não teve continuidade no governo seguinte, fato que deixou a capital potiguar com o status de inadimplência junto ao Governo Federal. O titular da secretaria municipal de Habitação disse que um dos seus primeiros atos ao assumir a pasta foi determinar a retomada da elaboração do plano. “Esse momento é importante, pois a aprovação do plano representará o modelo que embasará as decisões da gestão relacionadas às causas ambientais.

A equipe do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Planejamento Estratégico (Idesplan) já trabalha na elaboração da terceira etapa do plano. De acordo com a socióloga Glenda Dantas que trabalha na elaboração do estudo, essa parte final do PLHIS deve ser finalizada até o final de agosto. “Estamos fazendo um trabalho criterioso para entregar a cidade um estudo de alto nível”, disse.



 

Anterior:
Próximo:

Logo da Prefeitura de Natal
R. Ulisses Caldas, 81 - Cidade Alta, Natal - RN, 59025-090 - Ouvidoria Geral (84)3232-6389