Moradores de Lagoa Azul prestigiam lançamento livro sobre a comunidade


Moradores de Lagoa Azul prestigiam lançamento livro sobre a comunidade
Crédito da imagem: Assessoria de Imprensa Semurb

Páginas que contam a história do bairro Lagoa Azul, na zona norte de Natal, e resgatam a identidade da população que lá reside. O livro editado pela secretaria municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) intitulado “Memória Minha Comunidade: Lagoa Azul”, foi lançado na noite dessa quarta-feira (7), na Fundação Fé e Alegria pelo titular da pasta Marcelo Saldanha Toscano e equipe técnica responsável pela elaboração da publicação.

Na ocasião, vários exemplares foram distribuídos à comunidade que compareceu ao lançamento. Antes, o historiador da Semurb, Luciano Capistrano, que coordenou o trabalho de coleta historiográfica fez uma breve explanação sobre a obra e destacou a importância da participação dos moradores na produção do livro.

“Hoje é um dia de felicidade, pois temos o produto final de um ano e meio de trabalho desenvolvido a varias mãos. E não podemos deixar de ressaltar a finalidade tão importante deste programa que é o Memória Minha Comunidade, que organiza um acervo da história urbana da cidade com a participação da população. No livro, vocês vão encontrar parte da memória de Lagoa Azul, histórias contadas pelos próprios moradores que o construíram”, disse Capistrano.


Para Marcelo Toscano, é um orgulho apresentar esta publicação aos natalenses, em particular, aos moradores do bairro. “Esperamos que as informações venham a contribuir positivamente para o fortalecimento da memória da cidade e de todo um processo de crescimento sustentável. Recebem o livro, leiam e conheçam sua história, sua gente”, ressaltou o secretário da Semurb. Uma das moradoras da comunidade, Flávia Monaliza, lembrou da importância do livro para as futuras gerações. “Agradeço a todos os colaboradores pela produção dessa obra que conta a nossa história, do lugar onde cresci e cultivei amigos. Esse livro vai perpetuar a história do bairro para que as próximas gerações a conheçam”, disse.

O diretor da Fundação Fé e Alegria, Emanoel Cadô, reiterou as palavras da moradora. “Temos aqui uma fonte fundamental de pesquisa que vai contribuir projetos para beneficiar a nossa comunidade. Além de nos fazer compreender a nossa identidade cultural e nos reconhecer”, acrescentou.

O BAIRRO – Legalizado em 1993, com seus diversos conjuntos e loteamentos o bairro de Lagoa Azul possui 61.289 habitantes, segundo dados do Censo 2010 do IBGE. A ocupação da região foi intensificada a partir da década de 1980, com a construção dos conjuntos Nova Natal, Gramoré, Cidade Praia e Eldorado.


O local também está inserido na Zona de Proteção Ambiental, a ZPA-9, sendo berço de uma grande beleza natural formada por dunas e lagoas ao longo do Rio Doce. Esse complexo é utilizado para o exercício de funções de perenização do rio, de recarga de aqüífero e suporte de atividades agrícolas.

MEMÓRIA MINHA COMUNIDADE- o programa é conduzido por uma equipe técnica formada por arquitetos, engenheiros e historiadores. O objetivo é preservar a memória das comunidades da cidade de Natal. Neste sentido, são desenvolvidas ações referentes à construção histórica a partir de diversas fontes de pesquisa: documentos, escritos, fotografias, depoimentos orais, jornais.

As outras publicações do programa estão disponíveis no link http://portal.natal.rn.gov.br/semurb/servicos/programamemoria/

Anterior:
Próximo:

Logo da Prefeitura de Natal
R. Ulisses Caldas, 81 - Cidade Alta, Natal - RN, 59025-090 - Ouvidoria Geral (84)3232-6389